ghost image socials
A opinião de Vanda Jorge
O melhor ano que vem
31 de janeiro de 2018
Image
Image
Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
O melhor ano que vem
Vanda Jorge
Diretora Editorial / Pivot

Estudou Comunicação social no ISCSP. Vive da curiosidade. City & Trend Hunter.
Coleciona viagens, conversas, documentários, livros, revistas e experiências.

Fixei-me primeiro no tema “O melhor ano que vem”. E na verdade, foi o que me bastou.
É sábado de manhã, o LX Factory ainda desperta, entro no the Therapist e toca Maria Bethânia. Penso, só pode dar certo. Ou… então estou no sítio certo.
Somos sete mulheres. Seis inscritas para o Workshop e Marta Monteiro, life coach, que reencontro tantos anos depois de nos termos conhecido em Paris, eu a fazer a cobertura do evento de aniversário da Lacoste e ela lá estava sempre sorridente enquanto responsável da marca na altura. Em cinco minutos falámos dos nossos últimos anos, das transformações que as nossas vidas tiveram.

Acredito que não há duas vidas, a profissional e a pessoal.

Image

Há uma única que deve estar em equilíbrio. Pessoalmente 2017 foi um ano duro… e curiosamente no plano profissional também. O equilíbrio às vezes também se faz no desequilíbrio. Não preciso por isso avançar nos detalhes do que me traz a uma sala onde o objetivo é através da ferramenta Points of You (que utiliza imagens e palavras) olhar com outras perspetivas para as áreas fundamentais das nossas vidas, no plano pessoal e profissional. Fazendo um balanço do ano que passou, criando novos objetivos e definindo ações claras para o futuro.

É preciso outros pontos de vista sobre nós próprios, temos que nos movimentar e procurar novas perspetivas. O desafio é abandonar as certezas absolutas e dar lugar ao ponto de interrogação” explicou-nos a Marta antes de começar 'o jogo'.

- Marta Monteiro

“A junção das imagens e das palavras e a interpretação destas cartas associadas aos mais variados temas, ativam o nosso lado criativo, fazendo-nos pensar “fora da caixa” e chegar, de uma forma muito autêntica e automática a novos pontos de vista. Como eu costumo dizer nos meus workshops ”expect the unexpected”.
É engraçado que foi precisamente isso que fizemos no último ano no Imagens de Marca. Questionámos tudo. A imagem. A fórmula. O conteúdo. O Interesse. O Mercado. Nós próprios.
Passámos por todas as dúvidas e mais algumas, típicas talvez da adolescência de uma marca que agora atinge os 14 anos.

Image

Confesso que adoro ser jornalista, mas que tenho uma certa admiração pelas rock stars e talvez por isso todas as frases repetidas ao longo do ano a cada encontro, foram-se arrumando na minha cabeça como singles, verdadeiros êxitos da minha playlist, alguns de maior êxito e ouvidos em repeat ““o mundo mudou” tudo está diferente” “temos que nos adaptar” “os tempos estão difíceis” …

E como só as rock star podem fazer 😊 abandonámos todas as certezas que tínhamos.
E começámos de novo. #IMANEWBEGINING é mesmo um novo começo com a vantagem de se recomeçar com um disco cheio de memória.
Na sala do The Therapist entre as 65 cartas com 65 tópicos de vida escolhi duas, como ditam as regras do Points of You. A primeira trazia a palavra criatividade e tinha como imagem uma menina a saltar à corda. Essa é a carta que nos caracteriza como pessoa. E é a carta que também define aquilo que foi e continuará a ser, para mim, o Imagens de Marca.
A segunda, tinha dois homens vestidos da cintura para cima como executivos e uns boxers e botas até ao joelho com a assinatura should be. A carta que representa um sonho que tenho na vida.

Image

Primeiro pensei se teria feito a escolha correta, porque havia de tudo em cima da mesa desde imagens de viagens a ideais de felicidade. “Às vezes damos mais importância à palavra ou à imagem, tem a ver como o nosso cérebro está organizado” dizia a Marta … o meu confesso está em permanente curto circuito, porque até no trabalho uso a palavra com a imagem. E aquela carta mostrava-me o objetivo para 2018…o ano será aquilo que eu quiser que ele seja. E se tiver de ser pouco convencional, então que o seja. O mesmo desejo para o Imagens de Marca, que o novo ciclo seja o que nós quisermos que ele seja, quebrando regras, cultivando a nossa diferença e aquilo que em 14 anos sempre nos tornou únicos.

Na minha playlist de 2018 agora sé entram novos êxitos como Should be.

#LAB – Aos dias de hoje esta é a minha visão para o meu espaço LAB.

Um laboratório onde nada está certo, nada está errado. Há é diferentes pontos de vista.

Artigos Relacionados

Reportagem da SIC Notícias
19 de fevereiro de 2018
Lab
Brand Finance 2018
19 de fevereiro de 2018
Tech

fechar

fechar

Subscreva a nossa newsletter e receba no seu e-mail as notícias mais quentes da área.

Imagens de Marca Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.

Cristina Amaro Newsletter

Obrigado, consulte o seu email.